Compartilhe

Um passeio, muitas lições

Compartilhe

Tive a brilhante 💡 de sair com as crianças no sábado. Havia semanas que prometi à Helena levá-la ao Museu Catavento, em São Paulo, uma vez que não fui notificada pela escola (cansei de pedir uma agenda de comunicação) de que haveria um passeio ao museu mês passado, junto à turma de classe.

Bem lá fui eu com Helena, Tom, Bernardo e Joaquim, sem me atentar que se tratava de um fim de semana (geralmente os lugares ficam mais cheios) e, claro, me deparei com o museu lotado, inclusive por excursões escolares. Deu aquele gelo na espinha, mas voltar para trás não era uma opção🤣.

Não foi simples, porém bem menos tenso do que eu esperava. E, por fim, bem mais divertido do que se tivéssemos ficado em casa brincando pelo condomínio.

Helena está com 13 anos, com todas as questões comportamentais que afetam jovens adolescentes. E para deixar bem claro, esses comportamentos nada têm a ver com o autismo ou a deficiência intelectual. Óbvio que afeta…Porém, precisamos separar o joio do trigo (e olha que estudei muito para isso).

O mais bacana foi ver a satisfação dela, o interesse pelas experiências, o desejo e a iniciativa de experimentar tudo o que ela mesma julgou possível, vezes com meu suporte e outras não. Ela estava realmente FELIZ!
O irmão, o Tom, por sua vez pode divertir-se sem amarras, sem preocupar- se com a irmã, curtiu estar com ela num contexto totalmente social, interagiram, dividiram tarefas e juntos mediram, inclusive, os priminhos Jay e Be.

Choro de emoção

Escrevo esse post e uma lágrima cai de emoção, afinal que mãe não deseja independência, autonomia e felicidade aos filhos? Claro que eu não sou diferente nesse sentido… Me sinto diferente, porque aprendi a respeitar o tempo sem deixar de estimular. Acreditando que eles aprendem e se tivéssemos tido um TOTAL comprometimento profissional, talvez ela poderia ter feito esse passeio junto aos seus pares, mediada claro, mas não por mim.

Por outro lado, eu deixaria de presenciar todos esses detalhes que fazem tão ricos nossos momentos juntas… Ou melhor, juntos ❤.

PS. Tivemos barreiras físicas e sensoriais e superamos juntos!

Veja também...

A comunidade autista no Brasil está profundamente consternada pela morte de Liliane Senhorini, a querida Lili, professora, ativista e mãe de três …

Ei, pessoal! Vamos falar sério por um minuto? Você, adulto, acha que seria eficaz se sua sessão de terapia durasse apenas 20 …

Primeiramente, vamos entender o que é o BPC/LOAS. BPC é a sigla do Benefício de Prestação Continuada, um benefício assistencial pago pelo …

plugins premium WordPress