Compartilhe

Diagnóstico tardio em adultos

Compartilhe

O autismo trata-se de um transtorno ou condição do neurodesenvolvimento, ou seja, a pessoa nasce com essa condição e é caracterizado por apresentar diferentes graus de suporte em três áreas: interação social, comunicação e comportamentos repetitivos e/ou restritos.

Pretendo abordar aqui os principais sinais de autismo Nível 1, caracterizado pela Classificação Internacional de Doenças (CID-11) como Transtorno do Espectro Autista (TEA) sem Deficiência Intelectual (DI) e com comprometimento leve ou ausente da linguagem funcional.

Abaixo vou listar as características principais:

– Dificuldade na comunicação verbal e não verbal, demora a entender linguagem figurada e identificar as reações emocionais das outras pessoas através das expressões faciais, muitas vezes não perceber as intenções em uma relação social e em fazer contato visual constante.

– Raciocínio mais linear, falam exatamente o que pensam e interpretam a informação de forma mais literal e Rigidez Mental.

– Hiperfoco e interesse restrito em determinados assuntos, tornando-se especialista nos temas. No trabalho, tendem a ser excelentes profissionais e tendem a ser perfeccionistas em alguns casos.

– Dificuldade em lidar com questões emocionais, 50% apresentam alexitimia ou cegueira emocional.

– Dificuldades com estímulos sensoriais (audição, visual, olfato, paladar e tátil com perfis hiposensível, hipersensível e ruído branco).

– Lembrando que o autismo é um transtorno fortemente genético, com uma herdabilidade estimada de mais de 90%. Se você tem filho(a) diagnosticado(a) no espectro autista ou familiares, fique atento(a) e busque um(a) especialista para investigar.

– Apresentam comportamentos repetitivos chamados de estereotipias ou stims, os adultos, normalmente, ocultam esses comportamentos em públicos por terem sofrido repressões no passado (infância e adolescência).

– Dificuldade em lidar com o tempo e espaço físico (pode haver dificuldades na coordenação motora).

– É importante considerar que mulheres com suspeita de autismo apresentam comportamentos diferentes dos homens, usam de camuflagem ou masking, na próxima coluna abordarei mais sobre isto.

– Cansaço excessivo após socializar em grupos e/ou frequentar eventos sociais com muitos estímulos sensoriais (ex.: música alta, cheiros e luzes coloridas e/ou piscando).

– Dificuldades com mudanças repentinas em sua rotina, apego a padrões e ver detalhes.

– Comorbidades e condições mais comuns que podem estar presentes ao autismo: Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade, Transtorno de Ansiedade, Transtorno Obsessivo Compulsivo, Depressão, Transtornos Alimentares e a condição de Altas Habilidades e Superdotação.

Fique atento aos sinais

Você se identificou com algumas características e suspeita que poderia talvez estar dentro do espectro autista? Eu lhe encorajo a pesquisar mais sobre o assunto, aproveitando eu vou deixar o capítulo disponível na BIO do meu Instagram @malateca_autismos intitulado AUTISMO EM MULHERES- mais qualidade de vida através da Avaliação Psicológica, que foi organizado pelo livro Protagonismo Feminino.

Veja também...

A arte, em sua essência vibrante e transformadora, espelha a própria natureza humana. Flexível, mutável e repleta de surpresas, ela reflete a …

No vídeo abaixo, Marcos Mion faz mais um alerta bastante importante. Agora, o apresentador, pai do adolescente atípico Romeo e um dos …

A Justiça de Praia Grande, no litoral de São Paulo, deferiu liminares para que a Amil não cancele contratos de plano de …

plugins premium WordPress