Compartilhe

Compartilhe

A gente sabe que tem muita intervenção por aí que não está totalmente de acordo com os princípios ABA. Hoje trouxe alguns erros que vejo mais comumente acontecendo e que precisam de nossa atenção.

Como aumento na oferta de intervenções baseadas em ABA, alguns equívocos têm sido observados . Tanto nós profissionais, quanto as famílias precisam estar atentas a isso:

1 – Fazer intervenção sem avaliação no comportamento.
2 – Não mensurar comportamentos.
3 – Não introduzir os pais no processo de ensino.
4 – Não fazer avaliação de preferências.
5 – Desconsiderar os valores da família e do indivíduo.
6 – Fazer uma carga horária incompatível com as habilidades a serem ensinadas.
7 – Investir em aversivos.
8 – Não trabalhar com supervisão.
9 – Desconsiderar a comunicação alternativa.
10 – Estar despreparado para situações de crise.
11 – Desconsiderar que o indivíduo precisa das habilidades ensinadas na vida real.

É sempre importante lembrar que a intervenção baseada em ABA abrange o ensino intensivo e individualizado das habilidades necessárias para que pessoas com autismo possam adquirir independência e uma melhor qualidade de vida.

Confira mais no vídeo abaixo:

Veja também...

A comunidade autista no Brasil está profundamente consternada pela morte de Liliane Senhorini, a querida Lili, professora, ativista e mãe de três …

Ei, pessoal! Vamos falar sério por um minuto? Você, adulto, acha que seria eficaz se sua sessão de terapia durasse apenas 20 …

Primeiramente, vamos entender o que é o BPC/LOAS. BPC é a sigla do Benefício de Prestação Continuada, um benefício assistencial pago pelo …

plugins premium WordPress