Compartilhe

Compartilhe

Já ouviu falar em “método ABA”? Tenho certeza que sim! O conteúdo de hoje é para explicar que este erro conceitual não é simplesmente uma questão semântica.

Precisamos ficar atentos ao que consumimos, e este é um ponto básico para questionarmos.

Não é raro vermos pessoas falando sobre o Método ABA. Para leigos, a expressão é compreensível, mas, quando se trata de profissionais, é preciso ter cuidado.

Não estamos falando apenas de um problema de linguagem, mas de conhecimento mesmo.

ABA – (Análise do Comportamento Aplicada) É uma ciência com princípios e procedimentos validados através do método científico.

As intervenções baseadas em ABA derivam do princípio dos comportamentos, logo não há como trabalhar com ABA utilizando um conjunto de procedimentos determinados.

Domínio conceitual e teórico

Trabalhar com ABA requer um bom domínio conceitual e teórico. Essa ciência implica em deixar de lado conceitos previamente definidos e se submeter à individualidade de uma pessoa.

O propósito da intervenção baseada em ABA é aprimorar os comportamentos socialmente relevantes de maneira individual.

“As teorias afetam a prática. Uma concepção científica do comportamento humano dita uma prática, a doutrina da liberdade pessoal, outra. Confusão na teoria significa confusão na prática”. (Skinner, 1994)

Portanto, se alguém lhe oferecer um curso ou uma intervenção no “método ABA”, fuja!

Veja também...

Na última quinta feira, dia 16 de maio, foi o Dia Nacional de Acessibilidade! @alinecastromg é uma referência nessa luta (não deveríamos …

Ter conhecimento básico sobre ABA é fundamental para todos os profissionais que atendem pacientes autistas.Para nós da área motora essa ciência é …

Os passeios até o Pratagy Acqua Park, em Ipioca, Alagoas, continuam proporcionando diversão para mais de mil crianças autistas que estudam em …

plugins premium WordPress