20/06 | 2 anos de Coletivamente

Compartilhe

Compartilhe

O Transtorno do Espectro Autista (TEA) poderá ser diagnosticado a partir dos 16 meses de idade, a partir da análise de movimentos oculares, conforme mostram estudos publicados nas revistas conceituadas “JAMA” e “JAMA Network Open”. As duas pesquisas concluíram que a detecção precoce pode ser feita com a reprodução de vídeos infantis contendo interações sociais.

O primeiro estudo, chefiado por uma equipe do hospital Children’s Healthcare de Atlanta, no estado da Geórgia, nos EUA, analisou um total de mais de mil crianças entre 1 e 2 anos e meio, com sintomas associados ou fatores genéticos de risco para o TEA.

Então, os participantes assistiram a 14 vídeos com cerca de um minuto de duração, todos mostrando interações entre crianças pequenas. A partir disso, câmeras especializadas foram instaladas para monitorar os micromovimentos dos globos oculares das crianças a uma taxa de 120 vezes por segundo.

Os dados coletados foram analisados por um programa de computador treinado para detectar o transtorno. Das 1.089 crianças do primeiro estudo, 519 foram diagnosticadas em alguma faixa do espectro autista. A partir disso, os pesquisadores descobriram, que comparado ao diagnóstico realizado por um médico especializado, o método de rastreamento ocular obteve 86% de precisão.

“Os resultados mostram que a maneira como as crianças olham para a informação social pode servir como um biomarcador eficaz e objetivo para sinais precoces de autismo”, afirma o pesquisador Warren Jones, autor principal do estudo e Diretor de Pesquisa do Marcus Autism Center no Children’s Healthcare of Atlanta.

Outro estudo, que também avaliou as possibilidades e desempenho da medição de rastreamento a partir de movimento ocular, descobriu que este método apresenta 78% de precisão no diagnóstico da doença.

Essa notícia pode apresentar avanços nos processos de diagnóstico do transtorno, que muitas vezes depende da análise de mais de um especialista para confirmação. Sem uma causa fixa associada ao seu aparecimento, os cientistas defendem que o aparecimento do transtorno pode ser uma combinação de fatores genéticos, como histórico familiar, idade dos pais, e fatores ambientais.

FONTE: https://oglobo.globo.com/saude/noticia/2023/09/06/autismo-movimentos-oculares-podem-diagnosticar-a-condicao-a-partir-dos-16-meses-de-idade-da-crianca-diz-novo-estudo.ghtml

Veja também...

O Brasil conta atualmente com cerca de dois milhões de pessoas diagnosticadas com Transtorno do Espectro Autista (TEA). Para muitas dessas pessoas, …

O Governo do Tocantins sancionou a Lei 4.461, que institui a Política Estadual de Acompanhamento Pré-Natal e Pós-Parto para gestantes com Transtorno …

Como terapeutas, sabemos que criar um ambiente leve e acolhedor é fundamental para o desenvolvimento da criança. Mas você sabia que podemos …

plugins premium WordPress