20/06 | 2 anos de Coletivamente

Compartilhe

Caminhada em Petrópolis

Compartilhe

Visibilidade, conscientização e avanços na garantia de direitos para as pessoas com transtorno do espectro autista (TEA). Este é o objetivo da Caminhada Azul do Grupo Amigos dos Autistas de Petrópolis (Gaape), que acontece neste domingo, dia 7, na Avenida Barão do Rio Branco, com concentração às 9h30m e saída às 10h.

O evento tem como referência o Dia Mundial de Conscientização do Autismo, comemorado no último dia 2 de abril, e tem como cor tema o azul.

“É uma causa muito especial que requer de nós cada vez mais sensibilidade e ações inclusivas. E por isso, como governo, trabalhamos em políticas públicas que possam gerar mais qualidade de vida a todos”, observa o prefeito Rubens Bomtempo.

Em março, a prefeitura promoveu o I Simpósio Municipal de Autismo -TEA, que visou sensibilizar a população e profissionais sobre o tema. O evento contou com a participação de cerca de 250 pessoas, além das que acompanharam as palestras e apresentações pelo canal oficial da Prefeitura no YouTube, na transmissão ao vivo.

“A deficiência é um tema que vem sendo tratado com muito respeito nesta gestão. Com a criação da Secretaria da Pessoa com Deficiência, Mobilidade Reduzida e Doenças Raras, poderemos organizar os serviços oferecidos em nossa cidade e criar uma referência para essas pessoas. Este é um passo muito importante para nossa cidade”, destaca a presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Crianças e do Adolescente (CMDCA) e secretária-chefe de Gabinete, Luciane Bomtempo

Para a secretária da Pessoa com Deficiência, Mobilidade Reduzida e Doenças Raras, Marcia Shanuel Bastos, a Caminhada Azul do Gaape dá visibilidade à causa e ganha empatia da comunidade petropolitana:

“Convidamos toda a população a marchar conosco em defesa da pessoa com autismo”.

“Em todo o mês de abril, o Gaape realizará atividades diferenciadas referentes ao mês azul, e uma delas é a Caminhada, que visa conscientizar a comunidade sobre o autismo, inclusão, sobre diferenças e o preconceito. A sociedade petropolitana sempre participa do nosso evento e apoia nossas crianças, adolescentes e adultos autistas e suas famílias. É uma caminhada muito feliz, de encontros. Convido a todos a vestirem azul e participarem!”, afirma a fundadora e coordenadora técnica do Gaape, Márcia da Silva Loureiro.

Veja também...

O Brasil conta atualmente com cerca de dois milhões de pessoas diagnosticadas com Transtorno do Espectro Autista (TEA). Para muitas dessas pessoas, …

O Governo do Tocantins sancionou a Lei 4.461, que institui a Política Estadual de Acompanhamento Pré-Natal e Pós-Parto para gestantes com Transtorno …

Como terapeutas, sabemos que criar um ambiente leve e acolhedor é fundamental para o desenvolvimento da criança. Mas você sabia que podemos …

plugins premium WordPress