Compartilhe

Compartilhe

No mês dedicado à conscientização do autismo, o Governo do Estado do Rio de Janeiro inaugurou, no dia 5 de abril, o primeiro Centro Estadual de Diagnóstico para o Transtorno do Espectro Autista (CedTEA) do Rio de Janeiro. O espaço, com capacidade de realizar até 100 atendimentos por semana, vai funcionar na Gávea, zona sul da capital, a partir da próxima semana. Com investimento de cerca de R$ 500 mil, a iniciativa integra as ações da Superintendência de Transtorno do Espectro Autista, criada pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-RJ) no ano passado, para ampliar a linha de cuidados voltada aos pacientes e suas famílias.

O CedTEA vai atuar no diagnóstico precoce e diferenciado de pacientes com autismo, especialmente crianças e adolescentes. O atendimento será feito inicialmente de forma escalonada, por idades, e os pacientes serão acolhidos por uma equipe multidisciplinar composta por fonoaudiólogo, psicólogo, assistente social, pediatra e neuropediatra. A meta é realizar 20 atendimentos por dia.

O tempo para o diagnóstico é estimado pelos profissionais em aproximadamente cinco semanas após a regulação do paciente pelo Sistema Estadual de Regulação (SER). Após esse período, o paciente será liberado com as informações referentes aos níveis de autismo e a indicação do acompanhamento necessário. O espaço irá atender todos os 92 municípios do estado com diagnóstico e orientação para tratamento.

– Temos um compromisso com a implementação de políticas públicas voltadas à saúde de pessoas com o diagnóstico do Transtorno do Espectro Autista. A abertura do CedTEA amplia o acolhimento aos pacientes e suas famílias, proporcionando um espaço humanizado, que fortalece a inclusão, oferecendo tratamentos adequados com equipe multidisciplinar – afirmou a secretária de Estado de Saúde, Claudia Mello.

Mais de 2 mil profissionais capacitados

A SES-RJ reuniu no ano passado mais de dois mil profissionais, que participaram de inúmeros cursos voltados ao tema, especialmente para a aplicação da escala Modified Checklist for Autism inToddlers (M-CHAT), um instrumento de rastreamento precoce, capaz de diagnosticar o autismo em pacientes TEA até os 30 meses (2,5 anos de idade). Outro importante trabalho da Superintendência de Transtorno do Espectro Autista é o mapeamento de toda a linha de cuidado presente nos 92 municípios do estado.

Fonte: https://j3news.com/2024/04/05/primeiro-centro-estadual-de-diagnostico-para-o-transtorno-do-espectro-autista-e-inaugurado-no-rio-de-janeiro/

Veja também...

Na última quinta feira, dia 16 de maio, foi o Dia Nacional de Acessibilidade! @alinecastromg é uma referência nessa luta (não deveríamos …

Ter conhecimento básico sobre ABA é fundamental para todos os profissionais que atendem pacientes autistas.Para nós da área motora essa ciência é …

Os passeios até o Pratagy Acqua Park, em Ipioca, Alagoas, continuam proporcionando diversão para mais de mil crianças autistas que estudam em …

plugins premium WordPress