Compartilhe

Compartilhe

Coloridos ou azul e branco. Uns com padrões florais, outros com representações de cenas bíblicas ou mitológicas. Os azulejos de Portugal que revestem há séculos construções recifenses encantam gerações. A oficina “Azulejaria: Um Mundo Nas Paredes” vai apresentar esse universo para jovens neurodivergentes, em especial os que têm o Transtorno do Espectro Autista (TEA), a partir dos 12 anos. As aulas, que são gratuitas, acontecem no auditório do Centro de Artesanato de Pernambuco, entre os dias 16 de novembro e 15 de dezembro, sempre às terças e quintas, das 14h às 16h30m.

De origem árabe, a palavra azulejo significa pedra polida. Essa arte chegou ao Brasil trazida pelos portugueses e no Recife se tornou símbolo de ostentação na sociedade açucareira no período colonial. A história revela que o estilo de produção dos azulejos foi mudando ao longo do tempo e que em algumas edificações é possível encontrar até figuras que contam histórias. A oficina vai resgatar essa tradição com aulas práticas e teóricas.

Os jovens vão fazer um tour guiado pelas ruas do Recife para conhecer prédios históricos com revestimento de azulejos portugueses e identificar a multiplicidade dos padrões e tipos de azulejaria. Um desses locais de visitação são os casarios da Rua do Bom Jesus. Durante o estudo de campo, serão realizados registros fotográficos.

Nas aulas, eles também vão poder fazer um paralelo com a cultura popular pernambucana e arte contemporânea, através das obras dos artistas Daniel Samico e Bozó Bacamarte, que têm influências do Movimento Armorial. De acordo com Saulo Nogueira, professor da oficina, os jovens vão poder criar suas próprias peças. “Vamos trazer para os azulejos todas essas referências e também uma expressão nova, o das histórias em quadrinhos. No fim, cada participante irá colocar a mão na massa e realizar sua produção individual e também uma produção coletiva”, acrescenta.

Ao todo, serão disponibilizadas 20 vagas. As inscrições podem ser feitas através do preenchimento do formulário disponível na bio do perfil do Instagram @centrojosecantarelli.

FONTE: https://www.folhape.com.br/noticias/azulejaria-de-portugal-vita-tema-de-oficina-gratuita-para-jovens-com/300406/

Veja também...

A comunidade autista no Brasil está profundamente consternada pela morte de Liliane Senhorini, a querida Lili, professora, ativista e mãe de três …

Há ainda escassez de estudos de alta qualidade quando falamos de psicoterapia com adultos autistas. Mais pesquisas precisam ser feitas. Porém, o …

No vídeo abaixo, Marcos Mion faz mais um alerta bastante importante. Agora, o apresentador, pai do adolescente atípico Romeo e um dos …

plugins premium WordPress