20/06 | 2 anos de Coletivamente

Compartilhe

Compartilhe

Hoje quero falar um pouquinho sobre o cuidado ao dar o diagnóstico. Tenho me deparado muito com autistas adultos que carregam consigo lembranças, memórias que são traumáticas. Então, temos que trabalhar essas questões, falas passadas que deixaram marcas.

O diagnóstico, como sempre falo, é para dar o melhor tratamento à vida do indivíduo, o melhor caminho para que ele se desenvolva bem, tenha saúde nas relações sociais, familiares, em todos os âmbitos da sua vida.

Veja mais no vídeo abaixo:

Veja também...

O Brasil conta atualmente com cerca de dois milhões de pessoas diagnosticadas com Transtorno do Espectro Autista (TEA). Para muitas dessas pessoas, …

O Governo do Tocantins sancionou a Lei 4.461, que institui a Política Estadual de Acompanhamento Pré-Natal e Pós-Parto para gestantes com Transtorno …

Como terapeutas, sabemos que criar um ambiente leve e acolhedor é fundamental para o desenvolvimento da criança. Mas você sabia que podemos …

plugins premium WordPress