Compartilhe

Exemplo que vem do Sul

Compartilhe

A primeira etapa da sede da Associação de Pais e Amigos dos Autistas de Cachoeirinha (Pais e Amor – projeto independente, sem fins lucrativos), no Rio Grande do Sul, foi inaugurada, no bairro Parque da Matriz, mas a estrutura abre as portas para receber as 400 famílias nesta segunda-feira. O espaço, de 700 metros quadrados, disponibilizará atendimentos para pessoas com o transtorno do espectro autista (TEA) desde o diagnóstico até a fase adulta, sem limites de idade.

A presidente da Pais e Amor, Cátia Medeiros, explica que o projeto existe há oito anos e começou com a união de quatro mães. “O andar térreo do prédio é o passo inicial da estrutura que abrigará os atendimentos e as atividades especializadas na causa autista. O terreno foi cedido em 2017 pela prefeitura e o prédio foi construído mediante doações de recursos vindos de todos os lados. Antes, atendíamos em um container aqui mesmo, ao lado do jardim sensorial. Agora, vamos ampliar ainda mais nossos serviços. Estamos muito felizes com esta conquista.”

A edificação localizada na Rua Juarez Cardoso Evaldt, foi planejada de forma inclusiva para receber os usuários e suas famílias. “Temos duas salas de atendimento, salão multiuso e banheiros adaptados. Trabalharemos com profissionais que tenham especialização em autismo. Começaremos aos poucos, aumentando a atuação gradativamente”, explica Cátia, que pretende buscar recursos, no valor de R$ 600 mil, para finalizar o segundo pavimento até o final de 2024.

“A ideia é a ampliação dos serviços, totalizando 12 salas de atendimento. Além disso, buscamos parcerias para jardinagem, iluminação externa e serviços de portaria.” A presidente enfatiza que a sede é um lugar que não tem julgamento. “É um local de reconhecimento, é um momento de viver entre os seus, lutando pela inclusão e por políticas públicas. É muito gratificante ver nosso sonho sair do papel.”

Quando a cabeleireira Camila Iwasaki descobriu o autismo da filha Anna, há quatro anos, se sentia perdida, pois não tinha informações sobre o espectro. Ao se aproximar e conhecer o trabalho da associação, se sentiu acolhida e integrada àquele universo que passou a fazer parte da vida da família. “A Anna começou a falar depois de fazer sessões com o fonoaudiólogo da Pais e Amor. Ela evoluiu muito e só tenho a agradecer à associação.”

Fonte: Guaíba (https://guaiba.com.br/2024/03/03/associacao-pais-e-amor-inaugura-primeira-etapa-da-sede-para-autistas-e-suas-familias-em-cachoeirinha/)

Veja também...

A comunidade autista no Brasil está profundamente consternada pela morte de Liliane Senhorini, a querida Lili, professora, ativista e mãe de três …

Ei, pessoal! Vamos falar sério por um minuto? Você, adulto, acha que seria eficaz se sua sessão de terapia durasse apenas 20 …

Primeiramente, vamos entender o que é o BPC/LOAS. BPC é a sigla do Benefício de Prestação Continuada, um benefício assistencial pago pelo …

plugins premium WordPress