20/06 | 2 anos de Coletivamente

Compartilhe

Compartilhe

Pagar um plano de saúde é, para muitos, uma tentativa de acessar serviços de forma mais rápida. Mas para pacientes com transtorno do espectro autista (TEA) no Ceará, o investimento tem sido frustrado: em 2023, quase 900 reclamações por falta ou demora no atendimento especializado foram feitas à Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

O número se refere somente às queixas registradas por pessoas com TEA, e representa cerca de 11% de todas as reclamações sobre as empresas de plano de saúde no Ceará. A demanda de pacientes autistas, aliás, cresce a cada ano: em 2019, foram 39 reclamações; frente a 877 em 2023, 22 vezes mais.

Os dados foram obtidos pelo Diário do Nordeste junto à ANS e estão atualizados até novembro deste ano.

Uma das quase 900 reclamações abertas neste ano é da dona de casa Renata da Silva, 45, mãe de Pedro, 5. Ele foi diagnosticado com TEA aos 2 anos de idade, após 5 meses de investigação com especialistas do plano de saúde. Mas, até a entrevista para esta reportagem, estava sem tratamento.

“Ele teve o acompanhamento semanal certinho por 2 anos e meio, até abril deste ano. Mas de vez em quando eu precisava faltar, não sabia que tinha que justificar, e retiraram o Pedro do grupo (de pacientes em terapia). Ele está sem acompanhamento há 9 meses”, lamentou Renata.

Após abrir o procedimento junto à ANS, Renata afirma que o plano de saúde ofereceu como solução “consulta com um profissional uma vez por mês, sempre num local diferente”. “Não aceitei. O tratamento para autismo é intensivo e semanal. A criança tem que ter um vínculo com o médico, eles não aceitam os terapeutas com facilidade”, justifica.

Sem terapias

Diagnosticado há 1 ano, o pequeno Samuel, de 3, filho de Yanna Monteiro, de 29, sequer conseguiu ingressar nas terapias necessárias a pessoas com TEA. “Continua na fila de espera desde maio, sem previsão”, reclamou a dona de casa em entrevista à reportagem, na quarta-feira (13).

O retorno do menino ao neuropediatra também está atrasado há 2 meses. “Ele está bem agitado e sem medicação, porque não tinha vaga pro médico e sem receita não posso comprar. Liguei pro SAC mais de 30 vezes. Dizem que tenho que esperar”, desabafa Yanna.

Renata e Yanna são usuárias do plano de saúde com mais beneficiários do Ceará: , que soma mais de 638 mil clientes no Estado; à frente da Unimed Fortaleza, que ocupa a segunda posição com 318 mil usuários, segundo dados da ANS de setembro de 2023.

Das 877 reclamações à ANS por negativa de atendimento a pacientes com TEA no Ceará neste ano, 674 foram referentes ao Hapvida (76,8%); 143 à Unimed (16,3%), e as 60 restantes distribuídas entre outras operadoras.

Em nota, a empresa declarou que “trabalha, diariamente, para dar o melhor atendimento aos seus clientes, com profissionais qualificados, e está sempre em constante busca de melhorias, inclusive com ampliação das estruturas físicas das unidades, aumento do quadro de profissionais e serviços exclusivos para os atendimentos de pacientes com TEA”.

Sobre o caso de Samuel, o Hapvida afirmou que o pequeno “está com as terapias agendadas e com a família acolhida pela equipe”. Já em relação a Pedro, a operadora justificou que suspendeu o atendimento “em decorrência das ausências do paciente em abril e maio de 2023”, mas garantiu que já contatou a família e incorporou o paciente novamente às terapias.

“A operadora permanece empenhada em prestar seus serviços com a qualidade, eficiência e está sempre aberta às famílias para quaisquer esclarecimentos e diálogo”, finalizou a nota.

FONTE: https://diariodonordeste.verdesmares.com.br/ceara/tratamento-de-autismo-reclamacoes-sobre-planos-de-saude-crescem-22-vezes-no-ce-em-4-anos-1.3457870

Veja também...

O Brasil conta atualmente com cerca de dois milhões de pessoas diagnosticadas com Transtorno do Espectro Autista (TEA). Para muitas dessas pessoas, …

O Governo do Tocantins sancionou a Lei 4.461, que institui a Política Estadual de Acompanhamento Pré-Natal e Pós-Parto para gestantes com Transtorno …

Como terapeutas, sabemos que criar um ambiente leve e acolhedor é fundamental para o desenvolvimento da criança. Mas você sabia que podemos …

plugins premium WordPress