Compartilhe

“Levanto a bandeira, sim!”

Compartilhe

Faço parte da área motora do TEA, mas me sinto totalmente parte da comunidade como ser humano. O TEA entrou na minha vida há muito tempo e foi a razão pela qual eu decidi ser diferente e lutar pelo que achava certo.

Como profissional, temos o privilégio e a responsabilidade de ajudar nos desafios motores, mas não se limita a isso. Somos também responsáveis por compartilhar informações confiáveis, colaborar na conscientização da população de modo geral e defender os interesses de todos os pacientes e famílias.

Levanto essa bandeira com muito orgulho e espero que você também!

Veja também...

A arte, em sua essência vibrante e transformadora, espelha a própria natureza humana. Flexível, mutável e repleta de surpresas, ela reflete a …

No vídeo abaixo, Marcos Mion faz mais um alerta bastante importante. Agora, o apresentador, pai do adolescente atípico Romeo e um dos …

A Justiça de Praia Grande, no litoral de São Paulo, deferiu liminares para que a Amil não cancele contratos de plano de …

plugins premium WordPress