Compartilhe

Compartilhe

Uma pesquisa do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) e da PUC-SP revela que o autismo lidera o número de processos na Justiça de São Paulo sobre negativa de cobertura dos planos de saúde em São Paulo. A pesquisa reuniu ações no Tribunal de Justiça entre janeiro de 2019 e agosto de 2023.

Segundo informações divulgadas pelo UOL, a pesquisa analisou 16.808 processos que informaram a condição médica que os planos teriam se recusado a tratar, dos quais 3.017 ações foram relacionadas aos Transtornos Globais de Desenvolvimento (TGD). A pesquisa destaca um caso específico em que a Unimed cancelou o plano de uma criança autista, mas após uma batalha judicial, a decisão foi revertida e a criança voltou a receber tratamento.

O modelo de negócio das operadoras de saúde, inicialmente concebido para oferecer “cura”, enfrenta dificuldades em lidar com condições como o autismo, que demanda acompanhamento por toda a vida. As operadoras de saúde contestam o estudo, afirmando que garantiram milhões de atendimentos para autistas nos últimos anos e que tratam os pedidos de forma cuidadosa, seguindo protocolos e legislações vigentes.

Fonte: Canal Autismo (https://www.canalautismo.com.br/noticia/autismo-lidera-ranking-de-recusa-de-operadoras-de-saude-em-sp/)

Veja também...

A arte, em sua essência vibrante e transformadora, espelha a própria natureza humana. Flexível, mutável e repleta de surpresas, ela reflete a …

No vídeo abaixo, Marcos Mion faz mais um alerta bastante importante. Agora, o apresentador, pai do adolescente atípico Romeo e um dos …

A Justiça de Praia Grande, no litoral de São Paulo, deferiu liminares para que a Amil não cancele contratos de plano de …

plugins premium WordPress