Compartilhe

Compartilhe

O tratamento do Transtorno do Espectro Autista agora faz parte da Política Nacional de Saúde da Pessoa com Deficiência. Com isso, Centros de Reabilitação que atendem pessoas autistas vão receber aporte de 20% no custeio mensal.  

No total, serão mais de R$ 540 milhões investidos na Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência. 

O anúncio foi feito nessa quinta-feira, Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência, pelo Ministério da Saúde. 

Nessa rede, pacientes, familiares e cuidadores contam com 300 Centros Especializados em Reabilitação, responsáveis pela realização do diagnóstico, acompanhamento, concessão, adaptação e manutenção de tecnologia de assistência. 

O Transtorno do Espectro Autista é caracterizado pela alteração das funções do neurodesenvolvimento da pessoa, o que pode interferir na comunicação, linguagem, interação social e comportamento.  

No entanto, o diagnóstico e o tratamento precoces permitem a independência e qualidade de vida.  

O Ministério da Saúde aponta que os sinais do autismo podem ser percebidos nos primeiros meses de vida, com o diagnóstico fechado entre 2 e 3 anos de idade.  

FONTE: https://www.informamais.com.br/Site/Paginas/Tratamento-do-autismo-e-incluido-na-Politica-Nacional-de-Saude/8314

Veja também...

A arte, em sua essência vibrante e transformadora, espelha a própria natureza humana. Flexível, mutável e repleta de surpresas, ela reflete a …

No vídeo abaixo, Marcos Mion faz mais um alerta bastante importante. Agora, o apresentador, pai do adolescente atípico Romeo e um dos …

A Justiça de Praia Grande, no litoral de São Paulo, deferiu liminares para que a Amil não cancele contratos de plano de …

plugins premium WordPress