Compartilhe

Compartilhe

O papel machê e a papietagem me trouxeram uma visão totalmente diferente sobre arte e sustentabilidade.

No mais, me proporcionou um tipo de terapia que foi além das expectativas. O relaxamento, o tempo investido na produção e a “obrigatoriedade” de concentração fazem a gente viajar e acalmar o corpo e o espírito.

Estou formando na pós-graduação em arteterapia e é muito provável que eu vá investir nessa técnica para cuidados com a pessoa e a saúde mental.

Aos poucos, vou postando ideias, processos, entre outras curiosidades aqui.

Espero que gostem.

Veja também...

Na última quinta feira, dia 16 de maio, foi o Dia Nacional de Acessibilidade! @alinecastromg é uma referência nessa luta (não deveríamos …

Ter conhecimento básico sobre ABA é fundamental para todos os profissionais que atendem pacientes autistas.Para nós da área motora essa ciência é …

Os passeios até o Pratagy Acqua Park, em Ipioca, Alagoas, continuam proporcionando diversão para mais de mil crianças autistas que estudam em …

plugins premium WordPress