Compartilhe

“Salas de silêncio”

Compartilhe

Um projeto de lei que prevê a criação de “salas de silêncio” para alunos autistas e neuroatípicos na educação básica foi aprovado em uma comissão da Câmara dos Deputados, na última quinta-feira.

O texto do projeto ainda precisa ser discutido em outras três comissões (Educação; de Finanças; e Constituição, Justiça e Cidadania) antes de seguir para o Senado Federal.

A proposta tramita em caráter conclusivo, ou seja, se for aprovada nas demais comissões não precisará passar pelo plenário da Câmara e vai direto para o Senado.

As “salas de silêncio” também são conhecidas como salas de descompressão ou desaceleração, nas quais estudantes autistas e neuroatípicos podem aliviar a sobrecarga sensorial, evitando crises emocionais e comportamentos agressivos.

Pela proposta dos deputados Jadyel Alencar (PV-PI) e Clodoaldo Magalhães (PV-PE), as salas deverão: ser reservadas, disponibilizar fones redutores de ruído e objetos reguladores, como óculos escuros, ter baixo estímulo visual e sonoro, ser localizadas em locais de fácil acesso e sinalizadas de forma clara e visível, preferencialmente na entrada da escola.

São considerados neuroatípicos os estudantes com síndrome de Asperger, Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade, entre outros.

Veja também...

A influenciadora digital Giovanna Cariry está sendo reconhecida pelo seu trabalho na categoria de Diversidade e Inclusão no prestigiado prêmio iBest. Conhecida …

A Força Aérea Brasileira, por meio da Base Aérea de Natal (BANT), promoveu, nesta segunda-feira (29/04), para o efetivo, familiares e convidados …

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 70 milhões de pessoas no mundo possuem TEA, Transtorno do Espectro Autista, também …

plugins premium WordPress