Compartilhe

Compartilhe

Ei, pessoal! Vamos falar sério por um minuto? Você, adulto, acha que seria eficaz se sua sessão de terapia durasse apenas 20 minutos? Provavelmente não, certo? Então, por que achamos que isso funciona com crianças autistas?

As crianças autistas precisam de tempo para se adaptar ao ambiente, estabelecer uma conexão com o terapeuta e realmente mergulhar nas atividades que ajudam no desenvolvimento delas. Uma sessão de 20 minutos é simplesmente insuficiente para alcançar esses objetivos.

O ideal, na minha opinião, é uma sessão de **1 hora**. Esse tempo permite uma interação mais profunda, uma abordagem mais personalizada e resultados mais eficazes a longo prazo.

Vamos reavaliar a forma como atendemos as nossas crianças autistas. Elas merecem o melhor cuidado possível, e isso inclui o tempo adequado para um atendimento de qualidade.

Vamos pensar também na saúde do terapeuta, que tem que fazer mais de 15 atendimentos de 20 minutos por dia.

Veja também...

O “suporte substancial” no TEA significa que estas pessoas necessitam de uma quantidade considerável de ajuda em suas atividades diárias. Elas podem …

Um diagnóstico de autismo na vida adulta não é um passe imediato para a liberdade. É uma jornada complexa de emoções, reflexões …

Com apoio da Escola do Futuro de Goiás, uma startup em Santo Antônio do Descoberto criou revistas tecnológicas voltadas para o aprendizado …

plugins premium WordPress