Compartilhe

Compartilhe

A farmacêutica Apsen anunciou a chegada do primeiro medicamento não estimulante para TDAH no Brasil.

Chamado Atentah, o remédio deve estar disponível nas farmácias de todo o país na segunda quinzena de novembro deste ano.

O medicamento já é utilizado nos Estados Unidos desde 2002, mas foi aprovado pela Anvisa somente neste ano.

As únicas drogas atualmente disponíveis no país para tratar a condição são os estimulantes, como a Ritalina (metilfenidato) e o Venvanse (lisdexanfetamina).

Como age o medicamento?

O Atentah é feito com uma molécula chamada atomoxetina.

A atomoxetina faz parte de um programa de tratamento para aumentar a capacidade de prestar atenção e diminuir a impulsividade e a hiperatividade em crianças e adultos com TDAH.

A atomoxetina está em uma classe de medicamentos chamados inibidores seletivos da recaptação da norepinefrina. Funciona aumentando os níveis de noradrenalina, uma substância natural do cérebro necessária para controlar o comportamento.

Segundo estudos, o medicamento tem um mecanismo diferente de ação, diminuindo a quase zero o risco de dependência.

FONTE: Catraca Livre

Veja também...

A comunidade autista no Brasil está profundamente consternada pela morte de Liliane Senhorini, a querida Lili, professora, ativista e mãe de três …

Há ainda escassez de estudos de alta qualidade quando falamos de psicoterapia com adultos autistas. Mais pesquisas precisam ser feitas. Porém, o …

No vídeo abaixo, Marcos Mion faz mais um alerta bastante importante. Agora, o apresentador, pai do adolescente atípico Romeo e um dos …

plugins premium WordPress